quarta-feira, 18 de julho de 2018

NO DIA EM QUE NELSON MANDELA FARIA 100 ANOS | Voltemos ao «Bom dia, Senhor Mandela» | A HISTÓRIA DO PERCURSO DE ZELDA LA GRANGE COMPROVA COMO «UM HOMEM QUE MODIFICOU TODA UMA NAÇÃO FOI TAMBÉM CAPAZ DE MODIFICAR A VIDA DE UMA MULHER EXTRAORDINÁRIA»


SINOPSE

«Zelda la Grange cresceu na África do Sul enquanto jovem africânder que apoiava as leis da segregação. No entanto, poucos anos após o fim do apartheid, tornar-se-ia para Nelson Mandela uma assistente de máxima confiança, passando a respeitar e acarinhar o homem que lhe haviam ensinado ser o inimigo. 
Bom-Dia, Sr. Mandela relata a história extraordinária de como uma jovem viu a sua vida, convicções, preconceitos e tudo aquilo em que acreditara serem completamente modificados pelo maior homem do seu tempo. Eis o percurso incrível de uma dactilógrafa, na casa dos 20 anos, que viria a ser escolhida para se tornar a funcionária leal e dedicada do Presidente, passando a maior parte da sua vida profissional de adulta ao lado do homem a quem viria a chamar «Khulu», ou «avô», acompanhando-o, prestando-lhe apoio e preocupando-se com ele. 
Neste livro, Zelda presta homenagem a Nelson Mandela tal como o conheceu - um mestre que lhe proporcionou as lições mais valiosas da sua vida. Um homem que se recusou a ver-se definido pelo seu passado, que perdoava a todos e os respeitava, mas que também era franco, trocista e direto. Ao reconstruir o seu país, ele l
ibertou-a igualmente de um mundo confinado pelo medo e desconfiança, dando à vida dela verdadeiro sentido. Agora, Zelda partilha com o mundo as dádivas duradouras e estimulantes de Nelson Mandela». Saiba mais.



Sem comentários:

Publicar um comentário