quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

«A TUA SEGURANÇA NÃO É UM JOGO. FICA LIGADO»

logo


A APAV acaba de lançar a campanha A TUA SEGURANÇA NÃO É UM JOGO. FICA LIGADO. (nós aqui acrescentamos também LIGADA, por acaso num dos videos  promocionais, o acima fixado, a figura central até é feminina). A utilidade da campanha é por demais óbvia e a ela nos associamos com este ato singelo ao trazê-la para o Em Cada Rosto Igualdade. Pode ler-se no site da APAV: Entre 2000 e 2011 a APAV registou 7.387 processos de apoio a crianças e jovens vítimas de crime e de violência, que se traduziram na identificação de 11.261 crimes praticados contra menores. Entre estes, os crimes contra o património surgem em terceiro lugar, com uma prevalência relativamente baixa comparativamente aos crimes contra as pessoas. Este facto é indicativo dos baixos níveis de denúncia e de procura de ajuda por parte dos mais jovens perante crimes desta natureza. Estes dados motivaram a APAV a investir na produção e na disseminação de recursos informativos dirigidos às faixas etárias mais jovens, disponibilizando, de uma forma simples, atrativa e ajustada, informação sobre violência, sobre a importância de procurar ajuda e apoio e de adotar estratégias de segurança e proteção.
A APAV apostou, por isso, no desenvolvimento de uma agenda escolar, do website www.apavparajovens.pt, desenvolvido pela Ideias com Pernas, e de uma campanha de informação e sensibilização. Esta campanha, realizada com o apoio mecenático da Cupido, conta com a participação dos jovens atores Mikaela Lupu e Ricardo Sá e procura transmitir aos mais jovens uma mensagem-chave: “A tua segurança não é um jogo. Fica ligado”. Chama-se, desta forma, a atenção para os perigos que a rua pode trazer e, no sentido de os evitar, incentiva-se a adoção de comportamentos preventivos, de maior segurança e proteção.
A disseminação destes produtos será realizada a partir de Dezembro de 2012, junto dos estabelecimentos do 2º, 3º ciclo e secundário do ensino público e privado, através do Facebook, com o apoio de parceiros institucionais e dos Órgãos de Comunicação Social. A disseminação estender-se-á também à Escócia e à Suécia, através dos nossos parceiros institucionais nesses países. + . Outro video promocional:

Aqui está uma iniciativa que merece a  particular atenção de todos nós. Só falarmos do assunto a jovens e crianças que fazem parte do nosso quotidiano é capaz de ter algum impacto, e não custa nada  ... 
E ao querermos saber mais sobre esta problemática chegámos ao site da UNICEF, à Violência Contra Crianças onde podemos ler:




Estudo do Secretário-Geral das NU revela a natureza, extensão e causas da violência contra as crianças, e propõe recomendações para a adopção de medidas destinadas a prevenir e responder às situações em que ocorrer.
Muitos actos de violência perpetrados contra as crianças continuam escondidos e têm muitas vezes a aprovação da sociedade, segundo o Estudo do Secretário-Geral das Nações Unidas sobre a Violência contra as Crianças apresentado ontem à Assembleia Geral. Pela primeira vez, um único documento apresenta uma visão global sobre os diversos tipos e a escala da violência contra as crianças no mundo
. Saiba mais.




Sem comentários:

Publicar um comentário